Assinante do INTERIOR pode acessar o conteúdo completo no site. Cadastre-se
Assinante, faça o login aqui: E-mail Senha
sol Pagina principal - INTERIOR 29anos
Penápolis, Quarta-Feira, 03 de Setembro de 2014
Busca
NOTÍCIAS
ARTIGOS E COLUNAS
SERVIÇOS
 
NOTÍCIAS EM RSS
- Últimas notícias
- Cidade & Região
- Esportes
 
Edição Digital
 
Serviço de atendimento
ao assinante

18 3652-2183
Horário de atendimento:
Segunda a sexta de 8h às 18h. Sábados de 8h às 12h
 
 
OBSERVATÓRIO DA CIDADE
por Gilson Ramos
 
01/09/2014

Insustentável

 

Amigos próximos e até aliados do ex-vereador Hugo Tadeu Montanari Crepaldi, ex-secretário de Desenvolvimento e atual Coordenador do Consórcio Intermunicipal do Ribeirão Lajeado, acham que para o bem dele próprio, é preciso deixar imediatamente a função pública na administração municipal. A opinião, solidária ao próprio Hugo pelos desgastes sofridos – e a sofrer - frente à decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo, quanto ao imbróglio dos atestados médicos apresentados quando ele era vereador, sendo ele agora condenado em decisão de colegiado por improbidade administrativa. Ainda que recorra, a decisão não cabe efeito suspensivo.

 

 

Sobrevivência

 

Dizem que o prefeito Célio de Oliveira (PSD), presidente do Consórcio Lajeado (integrado e gerido pelos prefeitos dos municípios de Penápolis, Alto Alegre e Barbosa), após a divulgação da decisão do TJ-SP, chamou o Hugo e pediu para ele deixar o cargo, o que num primeiro momento havia concordado. Mas depois Hugo buscando brechas na Legislação e apoios junto a alguns setores, resolveu não antecipar a sua saída. A lei, com adendo local feito em projeto de lei do presidente da Câmara, Caíque Rossi, é bem clara quanto às ocupações de cargos de livre provimento na Prefeitura e Câmara, e o caso de Hugo se enquadra perfeitamente quando há impedimentos pela Justiça.

 

 

Solidário

 

É inegável dizer que Hugo fez um bom trabalho na condição de vereador, e também agora no Executivo, trabalhou bastante. No momento no qual as notícias comprometem o seu futuro político, acaba sendo constrangedor o momento “dejavú” protagonizado por ele nas redes sociais. Surpreendeu e chamou a atenção a postagem solidária do ex-prefeito João Luís (SP), dizendo que “o seu empenho (de Hugo) em prol do próximo e da comunidade trouxe inveja e desdenho de gente mesquinha que sempre deseja o mal dos outros. Pode ter a certeza de que, do mesmo modo que você já superou inúmeros obstáculos em toda a sua vida, os novos desafios serão superados com a Proteção e a Graça do Povo e dos Céus”.

 

 

Consequências

 

A lei na natureza – e também a Divina – reza que conforme o que tivermos livremente realizado no passado, teremos construído para nós uma personalidade com qualidades boas ou más, e, ao redor de nós, um ambiente de vibrações positivas ou negativas, com todas as suas consequências de felicidade ou sofrimento. Tenho as melhores considerações ao Hugo e até me solidarizo pelo momento em que passa, pois deve perder até o emprego público no DER. Não sou de desenhar e muito tripudiar na dor alheia, isso não é de cristão. Contudo, não se pode neste caso dizer que a “inveja e desdenho de gente mesquinha que sempre deseja o mal dos outros” possa ter causado a ação judicial que condenou ao homem público.  Se teve condenação, é porque a Justiça viu irregularidade.

 

 

Apartado

 

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-SP) instaurou procedimento específico para apurar o pregão presencial 017/2013 referente à aquisição de grama esmeralda pela Prefeitura Municipal de Penápolis. Consoante com a investigação que vem sendo realizada pelo Ministério Público local, o fato também passou a ser apurado pelo TCE. Isso significa dizer que o apartado das contas do exercício de 2013 terá análise mais criteriosa.

 

 

Ouvidoria

 

A Prefeitura inaugurou oficialmente na manhã da última sexta-feira, o número de telefone 0800-779-5555 já estava disponível à população desde o começo do mês passado. De 1º de agosto até o dia 28, foram registrados 140 atendimentos na Ouvidoria, o que inclui as ligações telefônicas, redes sociais, e-mail e presencial. Desse total, 33 foram direcionados à Secretaria de Trânsito e Mobilidade Urbana, 27 para a Secretaria de Obras e Serviços e 23 para a Saúde. No mês passado, o setor atendeu 131 moradores.

 

 

Coincidência

 

Foi uma grande coincidência o número telefônico do 0800 da Ouvidoria Municipal. Os finais 5555 lembram o número do partido político do prefeito Célio, o PSD, que é o 55. Foi o número, portanto, do prefeito nas eleições municipais. Qualquer semelhança é mera coincidência mesmo.

 

 

Presidenciáveis

 

Pesquisa Datafolha sobre a corrida presidencial, divulgada nesta sexta-feira (29), indica uma situação de empate entre a presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, e a ex-senadora Marina Silva, candidata do PSB. Cada uma aparece com 34% das intenções de voto. A seguir, vem o senador Aécio Neves (PSDB), com 15%. Na pesquisa anterior do Datafolha, divulgada no último dia 18, Dilma tinha 36%, Marina, 21% e Aécio, 20%.

Na simulação de segundo turno entre Dilma e Marina, a ex-senadora alcançou 50% contra 40% da presidente. Na pesquisa anterior, Marina tinha 47% e Dilma, 43%.

 

 

Polarização

 

Nunca nas eleições diretas para presidente da República pós-ditadura militar, nesta fase da campanha, os dois protagonistas isolados foram de partidos cujas origens estão na esquerda do espectro político. A eleição é em 5 de outubro. Restam pouco mais de 30 dias para um reversão do quadro. Aécio Neves e seus 15% de intenção de voto empurram os tucanos para fora do protagonismo do debate político nacional depois de mais de duas décadas.  O PT, quem diria, virou o velho. Marina e o PSB seqüestraram para si o vago conceito de “nova política”. Espremido, o PSDB parece perdido e não sabe como se encaixar nesse cenário.




Veja também:
 
» Coluna de 18/08/2014
» Coluna de 14/08/2014
» Coluna de 11/08/2014
» Coluna de 07/08/2014
» Coluna de 04/08/2014


< Anterior Próxima >
 
subir voltar
 
Assinaturas    |    Expediente    |    Arquivo    |    Publicidade    |    O Leitor Fala    |    Classificados    |    Adicione aos favoritos    |    RSS
Copyright © 2003-2010 Jornal INTERIOR. Todos os direitos reservados.
Penápolis Gráfica e Editora Ltda. Av. Santa Casa 790 - Centro - CEP 16300-000 - Penápolis-SP - Tel/Fax: 18 3652-2183. E-mail: jornalinterior@jornalinterior.com.br
MailGrid